Blog do TaQ

Fazendo uma faxina na memória do seu Palm

Publicado em Mobile

Alguns dias atrás comprei a versão beta em PDF do Pragmatic Version Control Using Git e queria muito ler ela enquanto ia para a aula de Ruby em São Paulo, na Object Training. A solução era levar no notebook, que eu realmente não quis levar pois carregar 3 kg só para ler um PDF é sacanagem. Restou o meu Palm TX.

No Palm era (era!) uma situação complicada. Eu podia escolher entre duas opções:

  1. O leitor de PDF da Adobe para o Palm, mas que precisa do windows, e argh, não seria uma opção.
  2. O programa PalmPDF, que permite ler PDFs nativos no cartão de memória e eu havia utilizado algumas vezes, mas que ficou muito leeeeeeeeeento no TX.

Eu havia achado estranho o PalmPDF ter ficado tão lento, e comecei a procurar a causa. O próprio PalmPDF me falava isso: na tela inicial, ele mostra a quantidade de memória dinâmica do Palm e o tamanho do maior bloco de alocação contígua. Nesse exato momento consta:

free: 4217/2527 KB - Use 'gray' mode

Além de menos espaço, isso impacta em performance do programa. Achei estranho esse tamanho de alocação contígua, e dei uma pesquisada por aí. Afinal, quem estava comendo tanta memória assim, sendo que esse tamanho já chegou em menos que 1 Mb? Acabei encontrando a informação, algumas aplicações do Palm fragmentam demais a memória, fazendo uma lambança lascada que dá nisso aí. A solução? O MemUnfragment.

O MemUnfragment se instala "invisível" no seu Palm (ele não aparece na relação de aplicativos), mas a cada reset ele faz uma faxina desfragmentando a memória dinâmica. Li algumas pessoas dizendo que ele estava um pouco instável, inclusive, tem outra aplicação, o UnCache, que é uma evolução dele e que talvez eu avalie e compre depois. Mas lá vamos nós: depois de instalar o MemUnfragment, vou apertar rapidamente o botão de reset do Palm e conferir o resultado:

free: 4720/4711 KB - Use 'gray' mode

Eba! Eu havia feito isso antes de ir viajar e tive a mesma surpresa agradável, e pude ler o PDF de boa. Até o ônibus chegar em Campinas (e após umas boas babadas) eu já havia lido tudo. Vou testar com mais outros PDFs e se tudo ficar bom do jeito que está eu vou até registrar o PalmPDF.


Tags:


Comentários

comments powered by Disqus

Twitter