Blog do TaQ

Great hackers again

Publicado em Microsoft

Não, esse post não é sobre o artigo do Paul Graham, mas tem a ver. ;-)
Ontem assisti a palestra do Prof. Marcos Luíz Mucheroni, aqui na UNIP de São José do Rio Preto, onde o tema foi "Cibercultura e web semântica", muito interessante!

Tão interessante quanto a palestra foi o papo informal antes da mesma, onde trocamos muitas idéias, e para vocês terem idéia, ele chegou a me contar até de algumas histórias relacionadas ao Patinho Feio. O homem tem história! E definitivamente é um hacker, pois expressa uma paixão por programação e coisas bem feitas que dá gosto. Esse sim um great hacker, mas com o diferencial que tem todo um lado humano onde não precisa ser polêmico, flamer ou faltar com a educação com os outros para defender o que acha certo.

Depois da palestra, fiquei imaginando, que bom se todo professor fosse um "great hacker" como esse sujeito. Com certeza teríamos uma galerinha se formando mais engajada com a qualidade e eficiência do código do que temos em certos "jogadores de truco" agora.

E, já estendendo a palavra "hacker" fora do contexto da informática, o que é certo, de acordo com nosso amigo Eric Raymond, que bom seria, por exemplo, se a maioria dos estudantes fosse hacker. Se a maioria dos médicos fosse hacker! Nossa, imagina se a maioria dos políticos fossem hackers e não esse tipos que temos por aí. Se a maioria da humanidade fosse hacker em saber como viver bem com os outros e se desenvolver plenamente. Utopia ... mas a gente tem que começar por algum lugar, certo, e não só em linguagens de programação. ;-)

Tags:


Comentários

Sem nenhum comentário.

comments powered by Disqus

Twitter