Blog do TaQ

Plugin taglist do Vim

Publicado em Developer

Eu já havia falado do plugin (para o Vim) taglist (o site oficial dele é o http://vim-taglist.sourceforge.net) algum tempo atrás mas volta e meia é bom dar uma reclicada nos posts, especialmente quando nos lembramos de atualizar as coisas.

Hoje fiz a atualização do plugin, que deu uma boa evoluída depois do meu último post sobre ele. Como não havia dado nenhuma dica no post anterior, aqui fica o procedimento de instalação do plugin (que está bem detalhado no site e no arquivo de ajuda) em ambientes *nix:

  1. Faça o download do plugin
  2. Descompacte o arquivo zipado no seu $HOME/.vim
  3. Vá para o diretório $HOME/.vim/doc, abra o Vim e digite :helptags . para processar o arquivo de ajuda (repare que tem um ponto "." no final)
  4. Abra o seu .vimrc e inclua o caminho para o ctags (sim, tem que ter esse comando instalado no sistema) usando

    let TList_Ctags_Cmd="path_completo_para_ctags"

  5. Feche e abra o Vim
  6. Agora você já pode usar o plugin ativando-o com :TlistToggle

Algumas configurações que eu utilizo para o plugin no meu .vimrc:

" plugin taglist
let TList_Ctags_Cmd="/usr/local/bin/ctags"   
let Tlist_Display_Tag_Scope=0
let Tlist_Display_Prototype=1
map <Leader>tt :TlistToggle<CR>
map <Leader>th :TlistHighlightTag<CR>
map <Leader>tp :TlistShowPrototype<CR>
map <Leader>tu :TlistUpdate<CR>

Essas configurações fazem o seguinte:

  1. Aponta o caminho completo do ctags
  2. Pede para não mostrar o escopo da tag, que às vezes pode ficar redundante. Por exemplo, aparecer o nome do arquivo entre colchetes quando já se está posicionado na janela que mostra em que arquvo você está
  3. Pede para mostrar o protótipo da função/método. Isso é útil para identificação do método correto quando se usa, por exemplo, overload em Java
  4. A partir desse ponto fiz uma série de atalhos para lidar com o plugin. Esse primeiro ativa ou desativa a janela do plugin quando aperto <esc>\tt
  5. Aqui peço para a tag corrente no arquivo ficar destacada na lista de tags
  6. Usando esse comando o protótipo da função/método é mostrado na última linha do editor. Isso é bem útil quando você está em uma função/método com bastante linhas e a janela de tags está desabilitada ou desatualizada, o que pode ser corrigido com o próximo atalho.
  7. Atualiza a lista de tags. Se por acaso você quiser que isso aconteça mais rápido do que a atualização automática, é só invocar esse comando.

Seguem duas screenshots do plugin, uma com Java e outra com Ruby, cliquem para ampliar:

Plugin taglist com Java

Plugin taglist com Ruby

Aproveitando que estou falando do Vim, deixa eu responder algumas questões que foram levantadas na lista de perguntas do podcast que eu participei no Tudo que quero saber mas que não tempo de responder pois eu falo demais e esgotei o tempo ehehe. Tem duas onde perguntaram:

- O que não pode faltar no teu ambiente de desenvolvimento em RoR?
- Qual IDE ele utiliza (na maior parte do tempo)

A resposta para as duas é o Vim. Me chamem de maluco mas uso o editor para tudo e não utilizo IDEs! Eu sei que é uma questão controversa, mas produtividade pelo menos para mim é mais uma questão da familiaridade, domínio, praticidade e prática que você tem com as ferramentas que utiliza do que efetivamente de uma interface linda e maravilhosa que talvez você fique perdido de tanta coisa que tem. Mas isso é aquele lance de gosto, que é igual à ... nariz. Cada um tem o seu, né. :-)


Tags:


Comentários

comments powered by Disqus

Twitter