Blog do TaQ

Who watches the watchmen?

Publicado em Web

Começarei aqui com essa frase, que pensei que originalmente havia sido criada por Alan Moore na ótima, recomendável e magnifíca obra de quadrinhos que é Watchmen, (se você gosta de quadrinhos mas não a leu, se flagele, mas só até no ponto que ainda dê para sair correndo atrás de algum lugar que a tenha!) mas através de um artigo do Richard Stallman descobri que foi feita há pelo menos 2000 anos.

Mas e aí, quem vigia os vigias? E quem são os vigias?

Pretensões, flame wars e paranóias à parte, deixa eu juntar três ingredientes no meu liquidificador de idéias aqui ... Google+Orkut+ Gmail já dão uma mistura boa. :-)

Se você pensar sobre o Google, ele chega a ser como um oráculo moderno, onisciente, que tudo sabe, uma extensão digital de nossos cérebros (você consegue viver na internet sem fazer alguma busca, se não lá, em algum outro engine de busca?), é até verbo, e temos até reflexos para "googlar" as coisas que precisamos saber.

Junte a isso o Orkut, onde se conhecem quem vocês conhecem. E com o Gmail (e as mensagens do Orkut) o que você disse para quem e quem te disse o que. Você, reproduzido digitalmente, na web.

A razão de escrever sobre essa suposta "teoria da conspiração" me veio na cabeça lendo a revista Superinteressante, número 201 (comprem, vale a pena!), onde ná pagina 60 Craig Silverstein, chefe de tecnologia do Google, diz que imaginou programas que conheceriam suas relações pessoais tão bem a ponto de ajudarem em questões do tipo "o que a minha mulher quis dizer quando falou aquilo?".

Lógico que são possibilidades e devaneios, mas junte-se a isso a polêmica sobre os termos de as regras do Orkut e do Gmail e a coisa já dá um caldo bom. :-)

Muita gente anda de cabelo em pé assustadas, organizando manifestações contra ou mesmo elogiando (e esse é um peso-pesado, Tim O'Reilly) o Gmail, que foi o último citado. Daria para procurar muito mais links sobre ele e os outros dois.

Eu continuo com o meu email do Yahoo!, por alguns motivos:

1 - Estou de saco cheio de trocar de email, mesmo que eu tenha tido antes desse só uns dois;

2 - 100mb já era uma eternidade para mim, que descarrego minhas mensagens na máquina local, mas acabei ganhando 2Gb lá por que pagava acesso POP3.

3 - Por mais que se exaltem as vantagens de unificar todas as mensagens em um lugar só, eu ainda acho conveniente não ter 100mb de mensagens, quanto mais 1Gb>! Prefiro ler as mensagens, anotar coisas importantes em algum lugar (palmtop,site etc.) do que deixar tudo lá. Questão de gosto.

Antes que me perguntem "ah seu inocente, você não sabe que o Yahoo! tem termos de uso lá também e ..." sei sim. Mas eles não tem um Orkut e um Google para complementar (apesar que estão pegando firme em mecanismos de busca), e eu me dou o luxo de pagar um pouco por ano para me livrar de algumas coisas do termo de uso do email gratuito deles.

É aquele negócio, questão de gosto. Não tenho nada contra quem está aderindo em massa à trindade ali de cima (esotérico, não?), mas volta e meia tem que ter gente vigiando os vigias. E pelo amor de Deus não me venham chamar de xiita por causa disso também (já basta acharem disso por causa da Micro$oft ehehe). Mas continuo "googlando". :-)

Atualizado em 23/06/2004, 09:13: olhem um caso controverso que estava lendo sobre o Google agora há pouco. Atualizado em 06/07/2004, 17:54 olhem isso agora!
Tags:


Comentários

Sem nenhum comentário.

comments powered by Disqus

Twitter

Recomendados!