Blog do TaQ

Gerenciando meus acessos às mídias sociais

Publicado em Web

De algum tempo para cá, eu resolvi mudar meu posicionamento no uso das mídias sociais que estava utilizando. Estava vendo que havia muito excesso e duplicação de informação, o que me fazia perder várias informações importantes e me deixava estressado a troco de nada. Então, fiz um "limpa".

Twitter

Eu utilizava o Twitter (por sinal, eu estou por lá) como o meu "jornal" diário. Estava seguindo bastante pessoas (ei, eu só deixo de seguir mais gente por causa do excesso de informação, ok?) e veículos de comunicação, e no café da manhã pegava o tablet e dava uma olhada nas notícias das últimas horas. Eu geralmente faço meus tweets bem no sentido de "monólogo", ou seja, jogo algum tipo de informação ali que na maioria das vezes não esboça alguma resposta ou coisa do tipo. Quando das poucas vezes que a mensagem é do tipo que esboça uma reação, seja uma pergunta ou mesmo uma opinião mais forte expressada, eu procuro responder quem me responde. Mas notei que alguns que faziam o mesmo tipo de tweet não respondiam quando eu também respondia. Aí não funciona. Deixar a resposta no ar é um direito de qualquer um ali, mas eu comecei a filtrar esse tipo de coisa e ir retirando dos que eu estava seguindo, o que reduziu bastante a minha lista.

Outra coisa que percebi era que eu estava seguindo fontes repetidas no Twitter, no Facebook e nos meus feeds. Assim, deixei o Twitter apenas para as pessoas que também só jogam informações sem muita discussão, não respondem quando questionados e tenham muitas publicações políticas, sendo essas as que mais demandam respostas. Fora as pessoas, de resto sobraram muito poucas fontes de informação por ali.

Facebook

No Facebook, como sempre foi minha regra, eu só adiciono alguém que eu já conheça ou tenha encontrado de alguma forma ao vivo. Mesmo esses já me deram um certo trabalho por lá, então, sigo a recomendação jurídica de um amigo e continuo seguindo essa regra. Só que uma coisa me irrita em tempos de política: panfletagem barata. Não tenho saco. E mesmo o Facebook tendo o unfollow, que o Orkut não tinha, de boa, eu fico irritado com esse comportamento. Eu tenho uma opinião bem forte nessa questão, mas evito fazer panfletagem barata, daquelas toscas e chulas mesmo. Pelo menos eu acho isso, comparado com algumas que vejo por aí. Então, além de fazer um limpa também nas pessoas que fazem esse tipo de coisa, eu tirei o feed de várias empresas que estava seguindo também no Twitter (mas não tirei o like das páginas).

Feeds

Os feeds sempre foram a minha maior fonte de informações, algo que deu uma bambeada quando apareceram as outras mídias relacionadas aí acima e quando o Google Reader resolveu se aposentar. Após testar alguns produtos, assinei o plano pago do Feedly e estou bem satisfeito com ele. Aí aproveitei que eu havia removido várias fontes do Twitter e Facebook, e adicionei por lá, aproveitando também para fazer um limpa em feeds jurássicos que nem existiam mais ou conteúdo que com o passar do tempo foi perdendo a relevância para mim. Assim, agora o Feedly passou a ser o meu jornal diário, para a hora do café da manhã, e acredito que está funcionando muito bem.

E vocês, o que acham e/ou estão usando mais?


Tags:


0 comentários - Comente esse artigo!

Artigos anteriores

Listar todos os posts

Twitter

Recomendados!