Blog do TaQ

Grande parceiro!

Publicado em Microsoft

Antes de mais nada:

- Eu não conheço a rede de treinamentos;
- Não sei se o treinamento que eles *davam* prestava ou não;
- Não recebo nada deles para escrever isso :-);
- Não estou acusando ninguém, só relatando fatos;
- E todo mundo sabe que esse tipo de coisa, para alguém que gosta de software livre, é um prato cheio. :-D

Isso dito, agora o texto do post. ;-)

Estava lendo aqui que a FastTraining, que era uma rede de treinamento de softwares Microsoft, inclusive era CTEC (Certified Technical Education Center), teve que fechar as portas depois que a Microsoft não renovou o contrato com eles.

Segundo essa matéria aqui, a não-renovação do contrato se deu por causa de uma auditoria feita na filial do Rio de Janeiro da FastTraining, onde foi identificado que dois instrutores não possuiam o título de MCT, pois não concordavam com o pagamento da taxa anual de manutenção do título, que para instrutores de algum centro autorizado é US$150/ano.

Bom, segundo reza a história lá, depois dessa "intransigência incomensurável", a Microsoft divulgou para o mercado a falta de qualidade dos serviços da FastTraining (a qual até agora não consegui encontrar uma URL), o que ocasionou uma "fuga em massa" dos clientes da FastTraining, o que acabou por quebrar a empresa!

Alguns podem até pensar que foi alguma estratégia escabrosa feita pela FastTraining para fechar as portas. Pode ser. Mas por que será que a Microsoft não se pronunciou ainda? "Não divulgamos o motivo do fim do acordo. É uma forma de proteger o parceiro", disseram. Vai saber.

Aqui tem mais alguns links sobre isso:
http://www.itweb.com.br/noticias/artigo.asp?id=47976
http://www.fasttraining.com.br/v3.0/comunicadoftt.htm

Inclusive o último link é do próprio site da FastTraining, onde encontramos alguns comentários como:

"Devido aos problemas causados pelo rompimento do contrato da Microsoft e a forma como ela divulgou ao mercado alegando falta de qualidade nos serviços da FastTraining, muitos alunos solicitaram o cancelamento e devolução de seu dinheiro."

Foi lamentável a atitude da Microsoft através de sua gerente Luciane Galupo que fez seu comentário danoso através da nota oficial da Microsoft dizendo que não tínhamos qualidade, foi fatal para a empresa."

Bom, em que isso me afeta? Em nada. Mas muita gente vai ter que ir no PROCON para tentar receber o seu dinheiro de volta. Agora é engraçado ver a gigante fazer um barraco desses por causa de US$300. Tá certo que regras são regras, mas pelo que parecia, a falida empresa era um grande e forte parceiro comercial da Microsoft, então os tais MCTs podiam até ganhar um desconto, uma anuidade, sei lá. Talvez depois ficaremos sabendo de mais detalhes de ambas as partes mais tarde.

Agora, o engraçado é que ontem mesmo um amigo estava conversando comigo relatando que outros amigos dele estavam fazendo exames MCP por causa da "solidez" do mercado nessa área. Sobre essa coisa "mancomunada" de "faz um MCP aqui que eu te indico ali por que a gente é parceiro grande de fulano de tal" e coisa e tal. Vou mandar o link desse post para ele.
Dentro do âmbito comercial, mesmo as relações mais sólidas podem dar com os burros n'água. E infelizmente, quase sempre levando um monte de gente junto, de gaiato. :-p
Tags:


Comentários

Sem nenhum comentário.

comments powered by Disqus

Twitter